PSOL pede apuração de crime no MEC após corte de verbas de universidades

O PSOL protocolou ainda nesta terça-feira (30) pedido para a Procuradoria-Geral da República investigar possível prática de improbidade administrativa do ministro da Educação, Abraham Weintraub, no bloqueio de verbas de universidades federais. Segundo a Folha de São Paulo, 59 instituições foram alvo de contingenciamento, mas a Universidade de Brasília, a Universidade Federal Fluminense e a Universidade Federal da Bahia são responsáveis por quase 50% do total bloqueado.

O MEC confirmou em nota que as três unidades tiveram 30% de seus orçamentos bloqueados. Ao Estado de São Paulo o ministro disse que irá cortar a verba de instituições que incentivarem o que ele denominou de “balbúrdia”.

O PSOL deve elaborar um projeto de decreto legislativo para impedir os cortes de verba do MEC.

Please follow and like us:
Tweet 20
fb-share-icon20