Brasil totaliza 34 mortes por Covid-19. Bolsonaro recua de trecho de Medida Provisória que permitia suspensão de salários

O Brasil registrou 34 mortes causadas pelo novo coronavírus (Covid-19) e 1.891 pessoas infectadas pelo vírus, segundo balanço do Ministério da Saúde do final da tarde desta segunda-feira. Mais cedo, o Governo de Jair Bolsonaro recuou do plano, anunciado no domingo, de permitir aos empregadores suspender os contratos de trabalho de seus funcionários por quatro meses, sem pagamento de salário. Alvo de críticas, o presidente divulgou pelo Twitter, no início da tarde desta segunda-feira, que revogou o trecho da medida provisória  que previa a suspensão dos contratos. Em razão do surto, a campanha de vacinação contra a gripe foi antecipada e começou nesta segunda-feira em todo o Brasil.

A vacina não imuniza contra a  Covid-19, mas pode ajudar o sistemas de saúde a identificarem, por exclusão, infecções da nova doença, que tem sintomas semelhantes aos da síndrome gripal. Para agilizar a aplicação, na cidade de São Paulo as Unidades Básicas de Saúde (UBS) poderão montar estruturas onde os motoristas encostam o carro, passam por uma triagem e são vacinados, como em um drive-thru.

Por: Jôsy Souza/Mídia Regional

ASCOM

Please follow and like us:
Tweet 20
fb-share-icon20