INSS anuncia lista de novos bancos que vão pagar aposentadorias e benefícios

INSS anuncia lista de novos bancos que vão pagar aposentadorias e benefícios. Seis novos bancos privados venceram o leilão que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) promoveu na última semana para pagar a folha de aposentados, pensionistas, entre outros benefícios.

Esses beneficiários – na maioria, aposentados e pensionistas – terão os pagamentos administrados pelos seis bancos durante 15 anos. Nesse período, os bancos poderão, por exemplo, oferecer crédito consignado para os beneficiários.

Lista de novos bancos

Participaram do leilão 23 instituições bancárias que disputaram 26 lotes. O INSS espera arrecadar dos seis vencedores R$ 24 bilhões nos próximos cinco anos.

Esses bancos são:

  • Santander
  • Crefisa
  • Agibank
  • Itaú-Unibanco,
  • BMG
  • Mercantil do Brasil

Estes bancos serão responsáveis pelos pagamentos dos beneficiários que entrarem no INSS entre 2020 e 2024.

Além de fazer o pagamento de benefícios, os bancos terão de realizar a chamada “prova de vida” dos beneficiários e também notificar as pessoas em caso de suspeita de irregularidades.

As instituições também terão que emitir, sem custo, o primeiro cartão de saque com função de débito, sem a necessidade de abertura de conta.

O INSS informou que o leilão não afeta os contratos em vigor. O pagamento dos atuais beneficiários continua sendo feito nas mesmas instituições em que eles já recebem.

O segurado não terá custos

A realização do pregão e o fato de haver uma grande arrecadação de valores para o INSS não representa qualquer custo para os beneficiários do INSS. De acordo com as regras que regularam o pregão, os custos do pagamento da folha são exclusivos das instituições pagadoras, não existindo nenhum ônus ou valor que recaia sobre o benefício concedido ao cidadão.

O valor arrecadado pelo INSS é usado para a própria manutenção dos serviços da autarquia, que com essa arrecadação poderá continuar investindo na sua modernização e na melhoria do atendimento.

Por: Jôsy Souza/Mídia Regional

Fonte: ASCOM

Fragmentos de óleo são retirados no litoral de Alcobaça, região de Abrolhos

Fragmentos não são parte de manchas novas, mas resíduos que se movimentaram com fluxo do mar.

Fragmentos de óleo foram retirados do litoral da cidade de Alcobaça, no extremo sul da Bahia, nesta quarta-feira (6). O município fica a cerca de 70 km do Arquipélago de Abrolhos.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Alcobaça detalhou que os fragmentos removidos não são parte de manchas novas que tenham chegado às praias, mas sim resíduos que se movimentaram com o fluxo do mar.

A secretaria adiantou que o material recolhido pesa entre 15 e 17 kg, mas que o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) fará uma nova pesagem.

Na cidade de Alcobaça, o óleo atingiu todas as praias. O primeiro registro foi no domingo (3) Por lá, o material é armazenado em um galpão.

Atualmente, a Bahia tem 31 cidades atingidas pelo óleo, além do Parque Nacional Marítimo de Abrolhos, que está com visitação suspensa até o 14 de novembro por conta da substância. A última cidade onde as manchas chegaram foi em Mucuri, que é o limite entre a Bahia e o estado do Espírito Santo.

As manchas de óleo começaram a chegar no estado em 3 de outubro, quase um mês após o início do problema no país. O Governo do Estado decretou situação de emergência, que engloba, até então, 21 municípios.

Por: Jôsy Souza

Fonte: G1

Teixeira de Freitas recebe Carreta de rastreamento do câncer de mama no próximo dia 21

Entre os dias 21 de novembro a 7 de dezembro chegará em Teixeira de Freitas a Unidade Móvel do Programa de Rastreamento do Câncer de Mama realizado pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

A carreta ficará das 7h às 12hs e das 13h às 18h, em frente ao CER (Av. das Nações). A unidade móvel realizará 150 mamografias bilaterais por dia (75 por turno) atendendo uma média de 2.100 mulheres do município, com o objetivo de rastreamento para diagnóstico.

O público-alvo será mulheres com idade entre 50 a 69 anos (faixa etária de maior risco); que tenha feito última mamografia há um ano ou mais e não tenha realizado cirurgia na mama (exceto punção, tatuagem).

As pacientes que têm interesse em participar e se enquadrem nestes pré-requisitos deverão comparecer a sua unidade de saúde o quanto antes levando xerox de identidade e cartão SUS para preenchimento da ficha de solicitação de mamografia.

Mulheres fora da faixa etária e que não se enquadrem no público-alvo deverão realizar a mamografia pela rede municipal, conforme fluxo já existente.

Por: Jôsy Souza/Mídia Regional

ASCOM

Menino com doença rara de Mogi recebe fígado da mãe

Depois de passar por dois hospitais, Enzo Jorge Miranda Cordeiro foi diagnosticado com Doença de Wilson no Instituto da Criança e do Adolescente do Hospital das Clínicas.

Um menino, de 9 anos, de Mogi das Cruzes recebeu um transplante de fígado da própria mãe. O procedimento foi necessário depois que Enzo Jorge Miranda Cordeiro foi diagnosticado com Doença de Wilson, considerada rara pelos médicos.

De acordo com especialistas, a doença atinge uma criança a cada 10 mil. “Isso em geral é hereditário e o diagnóstico deve ser feito por especialista com exames de sangue, principalmente, exame de cobre. Quem tem a doença não faz o metabolismo do cobre e prejudica o fígado. O órgão fica endurecido e insuficiente”, explica o médico Uenis Tannuri que é especialista em cirurgia pediátrica e transplante hepático pediátrico no Instituto da Criança e do Adolescente do Hospital das Clínicas.

Surpresa

O pai de Enzo, Diego dos Santos Cordeiro, de 33 anos, conta que quando começaram os sintomas, como inchaço do abdômen, em setembro, ele e a esposa não pensaram que pudesse ser alguma coisa grave.

“Ele começou a ficar com a barriga inchada, mas comia e jogava futebol normalmente. Então achamos que era verme. Mas em um domingo, ele vomitou e o levamos para um hospital em Mogi das Cruzes.”

Enzo passou por dois hospitais até receber diagnóstico de doença rara — Foto: Shirley Miranda Cordeio/ Arquivo Pessoal

O menino está internado desde setembro. Nesse período, ele foi transferido para um hospital em São Paulo e depois para o Instituto da Criança, onde recebeu o diagnóstico, em outubro.

O pai destaca que foi um longo caminho de exames até a mãe ser oficializada como doadora. “O fígado é o único órgão humano que se regenera. Vários exames foram feitos, inclusive de imagem, para ver o tamanho do fígado. Os médicos retiraram o fígado do meu filho e colocaram menos da metade do fígado da minha esposa”, afirma Cordeiro.

Transferência de Amor

Shirley Miranda Cordeiro,de 40 anos, não conhecia a Doença de Wilson até o diagnóstico do filho. Ela conta que entre o diagnóstico e a escolha do doador foi uma corrida contra o relógio.

“O caso dele era grave. Porque a coagulação do sangue estava bem ruim. Ele foi colocado no primeiro lugar na fila para órgão de cadáver. Mas não tem prazo determinado pode levar dias, meses e anos porque não tem muitos doadores de órgãos. Ao mesmo tempo, eu e meu marido fazíamos exames”, conta Shirley.

Os pais foram escolhidos por terem o mesmo tipo sanguíneo de Enzo. Ela diz que o exame do marido apresentou alterações e, por isso, foi a escolhida para o transplante. Shirley teve alta do hospital no dia 27 de outubro e se recupera em casa.

Junto com as dores do corpo, ela trata as do coração com a distância do filho que segue internado no Instituto da Criança. “Tenho dor porque a cirurgia mexe com o aparelho digestivo e elas são maiores depois das refeições. O Enzo está com o pai que me informa o que acontece e, na medida do possível, a gente vai se falando.”

Transplante

O médico Uenis Tannuri fez o transplante do menino no dia 23 de outubro. Antes, o garoto passou por dois hospitais até chegar ao Instituto da Criança, onde foi diagnosticado com a Doença de Wilson.

Tannuri destaca que a doença se manifesta na infância e tem entre os sintomas insuficiência do fígado, sangramento, inchaço na barriga por acúmulo de líquido e na fase aguda o paciente pode entrar em coma. “O Brasil sempre tem casos dessa doença, mas o diagnóstico não é feito por ela não ser conhecida”, avalia.

Em fase precoce a doença pode ser tratada com medicamentos. “Mas maioria dos casos vai para transplante. Como a mãe dele era compatível e não tinha sinais da doença, ela pode ser a doadora. Caso não pudesse seria feita a pesquisa em outros parentes e, se não encontrássemos, esperaríamos por um fígado da fila de doação de órgãos.”

A família informou que o menino teve alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no dia 4 de novembro e segue internado no Instituto da Criança sem previsão de alta. “Ele deve ficar internado por aproximadamente 30 dias e depois vai para casa”, completa o médico.

Por: Jôsy Souza/Mídia Regional

Fonte: ASCOM

Israel: retina artificial poderá devolver visão a cegos

Yael Hanein, diretora do Centro de Nanociência, Nanotecnologia e Nanomedicina da Universidade de Tel Aviv, apresentou recentemente os resultados da investigação que levou a cabo nos últimos 10 anos, com o objetivo de criar uma retina artificial para substituir a ação dos fotorreceptores naturais do olho, quando destruídos por degeneração macular relacionada com a idade (DMI).

Segundo o site Israel Notícias, “os protótipos de visão artificial foram desenvolvidos e testados no nosso laboratório, mas eram muito grandes e volumosos para uso cirúrgico”, afirma a investigadora. “O desafio é desenvolver algo compacto que possa ser inserido precisamente no olho e colocado na retina”.

Para tal, os investigadores deste laboratório utilizam nanotubos de carbono, dentro dos quais são introduzidos os componentes fotossensíveis. Integrados com um polímero biocompatível, estes nanotubos podem criar o campo elétrico de estimulação retiniana necessária.

 

Por: Jôsy Souza/Mídia Regional

Fonte: ASCOM

Novembro azul: A importância de se cuidar contra o câncer de próstata

Novembro Azul é um movimento mundial que acontece durante o mês de novembro para reforçar a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata. A doença é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens brasileiros e as maiores vítimas são homens a partir dos 50 anos, além de pessoas com presença da doença em parentes de primeiro grau, como pai, irmão ou filho.

O que é a próstata

A próstata é uma glândula masculina que tem forma de uma noz e fica logo abaixo da bexiga e à frente do reto. O órgão envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina é eliminada da bexiga.

O que é câncer de próstata?

Durante o funcionamento da próstata, algumas células podem se desenvolver e multiplicar de forma anormal, provocando o surgimento de um tumor. O câncer de próstata é o segundo mais incidente entre os homens no Brasil, apenas atrás do câncer de pele não melanoma. Estima-se 68.220 mil novos casos da doença no país, em 2018. O risco estimado é de cerca de 66,12 novos casos para cada 100 mil homens.

Sintomas

A doença pode não apresentar (ou apresentar poucos) sintomas em sua fase inicial. Em alguns casos, os sinais são parecidos com os do crescimento benigno da próstata (dificuldade de urinar, necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite). Na fase mais avançada, o paciente pode ter dores nos ossos, sintomas urinários ou, nos casos mais graves, infecção generalizada ou insuficiência renal.

Quando procurar o médico?

  • Quando o homem perceber sinais e sintomas sugestivos da doença, como: dificuldade de urinar; diminuição do jato de urina; necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite; e sangue na urina. A detecção do câncer de próstata pode ser realizada com exames clínicos, laboratoriais ou radiológicos (diagnóstico precoce).
  • Os homens sem sinais ou sintomas, mas pertencentes a grupos com maior chance de ter a doença, podem realizar com exames de toque retal e de sangue para avaliar a dosagem do PSA (Antígeno Prostático Específico).

Como é feito o diagnóstico de câncer de próstata?

O exame de PSA é solicitado anualmente para acompanhar as alterações específicas da próstata. O resultado, quando alterado, pode indicar situações como inflamações, infecções, hiperplasia (crescimento benigno) e também o surgimento do câncer de próstata. O toque retal e a dosagem do PSA servem para indicar a necessidade da biópsia da próstata (retirada e análise de fragmentos da glândula e única forma de confirmar uma suspeita de câncer). A realização de exames é recomendada quando há presença de sinais e sintomas, conforme preconiza o Ministério da Saúde.

 Como posso prevenir?

Adotar hábitos saudáveis diminui o risco de várias doenças, inclusive o câncer. Recomendamos:

  • Manter uma alimentação saudável e equilibrada;
  • Não fumar.
  • Identificar e tratar adequadamente a pressão alta, diabetes e problemas de colesterol
  • Manter um peso saudável;
  • Praticar regularmente atividades físicas.

Por: Jôsy Souza/Mídia Regional

ASCOM

Com casca ou sem casca? Razões para nunca mais deixar de aproveitar os alimentos

Já é automático na hora de cozinhar: descasca, corta o talo, retira as sementes. Parece que esse hábito representa o ritual de higienização e preparo dos alimentos. Normalmente, essas partes não parecem ter alguma função ou sabor, e raramente são servidas à mesa.

Mas não se engane pelas aparências! Quase tudo que é descartado no pré-preparo das refeições não só pode ser aproveitado nas receitas, como também apresenta tantos nutrientes quanto as partes consideradas convencionais.

Segundo o livro “Na cozinha com frutas, legumes e verduras”, elaborado pelo Ministério da Saúde em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), consumir integralmente um determinado alimento representa o aproveitamento dele como um todo, sem desprezar nada. Ou seja: está liberado comer da semente até o talo.

Mas o que eu ganho com isso?

Provavelmente você está se perguntando quais são as reais vantagens disso, e os especialistas respondem: as cascas, os talos e até as sementes concentram grandes quantidades de vitaminas, minerais, fibras e nutrientes essenciais para a saúde e para a prevenção de doenças.

No caso das fibras, elas são superimportantes para o funcionamento de todo o trato gastrointestinal, que são os órgãos que compõem o sistema digestivo. Faz sentido agora ter ouvido durante tanto tempo que era importante tomar suco sem coar?

Essa mudança de hábito ainda faz bem para o planeta, pois não deixa de ser uma forma barata e eficiente de reduzir o lixo produzido diariamente. A conclusão final de tudo isso é que todo mundo sai ganhando!

Por: Jôsy Souza/Mídia Regional

ASCOM

Dia D de Vacinação Contra o Sarampo começou hoje, sábado (19)

O dia “D” da Campanha Nacional de Vacinação Contra o Sarampo se iniciou hoje, sábado (19), nas salas de vacina do município (zona urbana e rual), das 8h às 17h. A Vigilância Epidemiológica, em parceria com a Atenção Básica, da Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas está organizando uma estrutura para imunizar as crianças de 6 meses a menores de 5 anos, que ainda não receberam a vacina.

Por: Jôsy Souza

Fonte: ASCOM

Guarda Municipal passa mal e morre na UPA em Teixeira de Freitas

Pauliran  Ferreira de Souza que é guarda Municipal, sofreu um infarto na tarde desta última quinta-feira, 17. O homem foi socorrido e levado para a UPA de Teixeira de Freitas mas morreu no local.

Pauliram trabalhava na UMMI, morava no Bairro Santa Rita e também trabalhava como cabeleireiro. E foi no salão de beleza que o mesmo passou mal, caindo ao chão.

Amigos acionaram o SAMU, mas foi uma ambulância da Cidade de Nova Viçosa que passava pelo local que socorreu a vítima o levando para a UPA, onde não resistiu e acabou falecendo assim que deu entrada na Unidade de Saúde.

Por: Jôsy Souza/Midia Regional

Começa na segunda-feira (7) a campanha de vacinação contra o sarampo

Começa na próxima segunda-feira (7), a campanha nacional de vacinação contra o sarampo de 2019. A vacina tríplice viral, que também protege contra caxumba e rubéola, tem como foco especial dois subgrupos: crianças de 6 meses a menores de 5 anos e adultos de 20 a 29 anos. Mas todas as pessoas até 49 anos devem levar os cartões de vacinas às unidades de saúde para conferir se está com a vacinação em dia.

Entre 7 e 25 de outubro, o objetivo é imunizar crianças de 6 meses a menores de 5 anos. Mas é importante ressaltar que tanto a vacina tríplice viral como a tetravalente (que evita também a catapora) são aplicadas na rede pública o ano todo em brasileiros de até 49 anos, dentro ou fora de surtos.

A Vigilância Epidemiológica (VIEP) da Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas está promovendo ações para melhorar a cobertura vacinal do sarampo no município, nas Unidades Básicas de Saúde, unidades hospitalares públicas e privadas, clínicas e com o apoio dos Agentes Comunitários de Saúde. Além disso estão programadas também ações de vacinação nos trabalhadores do comércio, rede de hotelaria, aeroportos e transporte rodoviário, universidades e Escolas Técnicas do município. Segundo a técnica da Viep, responsável pela imunização, Valéria Lima, desde o início dos alertas emitidos pela Sesab, a prioridade tem sido identificar casos suspeitos de sarampo. “Temos que ter respostas rápidas casos suspeitos e caso ocorra também casos confirmados da doença. Fizemos um treinamento com os Agentes Comunitários de Saúde, pois são eles que estão no dia a dia dentro das casas das pessoas, avaliando cartões de vacina, anotando as datas das doses dessas vacinas e encaminhando para a vacinação aqueles que têm necessidade.”, explicou Valéria.

A população deve procurar as salas de vacinas para avaliação dos cartões. As Unidades Básicas de Saúde estão abertas das 7h às 11h e das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira.

Por: Jôsy Souza

Fonte: PMTF